Celebração de Beltane e Handfasting [Resenha]

Os preparativos para o ritual se iniciaram no entardecer do sábado, dia 05 de maio, sob um céu azul e um sol agradável que começava a se pôr.

Os celebrantes e convidados começaram a chegar ao sítio em Cotia, se ambientando com o local, socializando e organizando os materiais.

O ritual seria duplamente especial, além de celebrar o Beltane, também nos preparávamos para celebrar o enlace de Thatiana Marcelo e Franz Brehme.

Com isso em mente, os altares foram montados com objetos dos noivos e dos grupos celebrantes, Clã Floresta de Manannán e Caer Tabebuya, além de oferendas aos Deuses, ancestrais e espíritos locais.

Ao anoitecer os preparativos estavam finalizados, as fogueiras foram acesas, os participantes se posicionaram e o ritual teve início.

Após a abertura do ritual, os noivos foram chamados à frente do altar para o seu handfasting, celebrado por Marcos Reis e apoiado pelo Clã Floresta de Manannán e Caer Tabebuya.

Em uma linda cerimônia, regada com muita emoção e magia, os noivos trocaram seus votos e receberam as bênçãosdos Deuses e da comunidade. Ao pularem a vassoura, selando o enlace, conduziram todos os presentes por entre as fogueiras de Bel, em uma dança serpenteante ao som dos tambores, recebendo as bênçãos e purificação dos fogos de Beltane.

O rito seguiu animado com cantos, dança e oráculos, até o compartilhamento do pão e da cerveja e o encerramento do ritual.

Embora o rito estivesse encerrado, as fogueiras continuavam acesas e os participantes continuaram a celebrar e compartilhar: comendo e bebendo, tocando e cantando, ou simplesmente conversando.

A noite já ia avançada quando os participantes começaram a se despedir e deixar o local, como os corações repletos e a expectativa de estar juntos novamente.

Fotos por: Carolina Turino